Squitter - Meteorologia e Hidrologia

+55 (12) 3923.5522

Estação Automática S1000 Hidrometeorológica

As estações hidrológicas da Squitter são ideais para monitoramento de rios e lagos, fornecendo informações para prever eventos extremos como enchentes (quando o volume de água atinge cota máxima do canal, provocando o aumento da vazão da água), inundações (quando o canal transborda) e alagamento (quando a água invade o perímetro urbano). O conhecimento da situação do nível de rios é fundamental para a Defesa Civil de municípios controlarem áreas de risco bem como empresas que possuem atividades hidrológicas ou dependem da hidrometeorologia para otimizar processos.

As Plataformas de Coleta de Dados (PCDs) são fabricadas em materiais próprios para exposição às intempéries, os pluviômetros não racham por exposição ao sol; os gabinetes possuem cinta de vedação, fechadura e obedecem ao padrão IP66 ou NEMA-4; os sensores são fabricados em materiais como aço, alumínio e titânio, os conectores são próprios para impedir entrada de água e evitar erros de conexão, enquanto os cabos podem ou não ser revestidos de conduíte metálico.

Nossas estações automáticas atendem às especificações técnicas das Plataformas Automáticas de Coletas de Dados (PCDs), vinculadas ao Art. 5º da Resolução Conjunta 03/2010 da Agência Nacional de Águas (ANA) e Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que estabelece as condições e os procedimentos a serem observados pelos concessionários e autorizados de geração de energia hidrelétrica para a instalação, operação e manutenção de estações hidrométricas. Com essa resolução, ANA e ANEEL visam o monitoramento pluviométrico, limnimétrico, fluviométrico, sedimentométrico e de qualidade da água associado a aproveitamentos hidrelétricos.

Enfim, respeitando-se os procedimentos de manutenção preventiva, quem adquire uma estação Squitter contará com um produto robusto, durável, treinamento em fábrica e garantia de suporte remoto por 12 meses.

Aplicações: acompanhamento de eventos hidrológicos críticos, gestão de recursos hídricos, definida por ANA, CPRM e Estados, sistema de alerta de cheias, monitoramento pluviométrico, limnimétrico, fluviométrico, sedimentométrico e de qualidade da água associado a aproveitamentos hidrelétricos, abastecimento urbano e industrial, irrigação, aquicultura, piscicultura, oceanografia, navegação fluvial, pesca, recreação, assimilação de esgotos etc.